Colheita Tinto

Vinho Tinto com carácter freixenista do Douro Superior. Vinho quente com bom volume de boca muito elegante e gastronómico

ESTÁGIO

Em aço inox até ao enchimento.

FICHA TÉNICA

Colheita 2018
Denominação DOC Douro
Castas Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional
Álcool 14,5%
pH 3,73
Acidez total 4,5 g/dm3
Açúcares totais 3,9 g/dm3

Enologia Casa Agrícola Manuel Joaquim Caldeira

 

 

5.49 /750ml

HISTÓRIA

Origem

As uvas que deram resultado a este vinho resultam da combinação entre as vinhas em patamares junto ao rio com as vinhas altas da Quinta dos Castelares, localizada em Freixo de Espada à Cinta, no Douro Superior, a uma altitude entre 500-600 metros.

Os solos são de xisto com elevada pedregosidade. A vinha está implantada em patamares de duplo bardo e vinha ao alto. Orientação dominante: Norte-Nascente.

PROCESSO

Vinificação

Vindima manual. Recepção com desengace total e esmagamento de imediato, as uvas são fermentadas por castas de modo a se conseguir fazer uma rigorosa selecção que vai depois dar origem ao “blend”.

A fermentação é feita em cubas inox de pequena capacidade, com temperaturas em torno dos 24ºC. Macerações suaves e controladas de modo a obter vinhos elegantes e aromáticos.

HARMONIZAÇÃO

Gastronomia

Experimente-o com carnes vermelhas, assados, enchidos, caça e queijos intensos.

NOTAS

Prova

É um vinho quente, com o carácter freixenista do douro Superior. Aroma de frutos silvestres maduros, com notas de esteva e especiarias e discretas notas florais.

Muito complexo e elegante, com taninos finos e suaves e bom volume de boca, que o torna muito gastronómico.

Também pode gostar…