• Para todo o Prato de Peixe há um Vinho Castelares

    Desde o tradicional bacalhau e sardinha aos pequenos nadadores do rio, um bom peixe é sempre uma excelente opção para qualquer refeição.

    Para além das múltiplas variedades de peixe à escolha, o modo de confeção dos mesmos é igualmente amplo, onde pode deixar-se levar pela criatividade e inovação culinária. Um bom peixe, por si só, já compõe grande parte da refeição, mas são os complementos que elege que irão levar o seu prato ao patamar gastronómico digno de Chef. Para lá chegar, o vinho Castelares é o acompanhamento ideal. Considere, no texto abaixo, algumas das nossas sugestões:

    O vinho branco Manuel Caldeira é caracterizado pelo seu aroma intenso e complexo a frutos brancos, equilibrado pelo estágio em barricas de carvalho Francês, e com um toque mineral. Se está a considerar bacalhau ou peixe assado no forno, este vinho irá harmonizar perfeitamente com a sua refeição.

    Se quiser deixar os seus convidados impressionados, o nosso Moscatel Galego é o vinho ideal para tal. Com notas minerais e um aroma intenso e complexo, comprove que este é o vinho de seleção no que se trata de complementar peixe assado e até com Marisco.

    Caso bacalhau seja o peixe a confecionar na sua ementa, não pode deixar de experimentar Códega do Larinho, um vinho branco complexo que equilibra o aroma entre aromas cítricos e florais, com notas minerais e de louro. Delicie-se com a combinação deste vinho branco e o bacalhau, não se arrependerá.

    Com uma colheita de 2019, o Fronteira Reserva Branco é o vinho branco de eleição quando se trata de peixe assado no forno. Conjugue o seu prato com este vinho de aroma intenso e complexo, equilibrado pelo estágio em barricas de carvalho, no qual se denota ainda um toque mineral.

    Peixes da orla atlântica ou marisco estão incluídos nos seus planos? Não se preocupe, com o vinho Fronteira Colheita Branco, não existe melhor reunião de sabores e texturas. Deixe-se levar pela experiência de um aroma frutado e de estrutura média, elegante e suave que este vinho lhe pode proporcionar.

    E como o espumante não é apenas para festas, aproveite a harmonização curiosa do Espumante Códega do Larinho com peixes gordos, como o salmão e a anchova, no qual pode encontrar um aroma fresco e mineral, com notas de pão torrado e uma acidez vibrante, caracterizado pela sua bolha delicada e persistente. Se preferir ter um dos nossos espumantes como aperitivo, o Espumante Pinot Noir é a solução perfeita. O início sublime de uma refeição deliciosa fica marcado com espumante de boa mousse, acidez vibrante e uma bolha fina e persistente.

    Cada vinho Castelares possui um aroma, sabor e textura próprios que podem ser combinados com múltiplos alimentos, prove, comprove e delicie-se!

     

    Castelares | Há um novo Douro por descobrir

     

    < Voltar ao Blog

     

    #quintadoscastelares #douro #dourosuperior #vinhoportugues #vinho #castelares #shoponline #discounts #morewines #dourovinhos #vinhosportugal #dourovinhateiro

  • Quinta dos Castelares Branco 2020, por Luís Ferreira

    Recentemente, o restaurante Cais da Villa elaborou um artigo sobre o nosso Quinta dos Castelares Branco, colheita 2020.

    Esta foi a apreciação do escanção Luís Ferreira:

    “Localizada em Freixo de Espada à Cinta, no Douro Superior, a uma altitude entre os 500-600 metros, a Quinta dos Castelares é um projeto que teve início em 2015, pela vontade de Manuel Caldeira em potenciar a produção regional.

    Este vinho tem uma vindima manual, com suave prensagem dos cachos inteiros. A fermentação é com controlo de temperatura a 16 C º, fermentação parcial em barricas novas de carvalho francês, grão fino seguido de estágio, com agitação das borras finas.

    Apresenta-se como um vinho frutado de estrutura média, muito elegante e gastronómico, com carácter freixenista do Douro Superior (Castas Códega do Larinho, Rabigato, Gouveio, álcool 13%).”

     

    Um pouco por todo o país, faça-se acompanhar com Quinta dos Castelares, para sabores diferenciados.

     

    Castelares | Há um novo Douro por descobrir

     

    < Voltar ao Blog

     

    #quintadoscastelares #douro #dourosuperior #vinhoportugues #vinho #castelares #shoponline #discounts #morewines #dourovinhos #vinhosportugal #dourovinhateiro

  • Prenda Castelares para o Dia do Pai

    Se ainda não escolheu uma prenda para o dia do Pai, a Quinta dos Castelares tem os presentes que nunca desiludem. Com uma seleção especial, proveniente dos socalcos freixenistas, deixamos ao seu dispor três vinhos com notável potencial de envelhecimento em garrafa. Uma oferta especial e única que apenas melhora com a passagem do tempo.

     

    Sublime

    Com uma colheita de 2017 e um estágio de 12 meses em barricas novas de carvalho Francês, este é um vinho com um carácter assumidamente freixenista. Encorpado e com uma personalidade ímpar, provém 100% de castas Touriga Nacional, com aromas típicos a violeta. Dado o seu estágio, é possível ainda denotar notas de tosta e especiarias, acompanhadas por uma frescura única e acidez notória. Este é um vinho tinto elegante e longo, no qual a harmonização gastronómica se dá plenamente com carne assada ou de caça.

    A prenda ideal, de uma geração para a outra.

    • Sublime | Vinhos Tintos | Quinta dos Castelares

    Grande Reserva

    Esta criação provém do objetivo de obter um vinho encorpado mas com um perfil elegante, no qual combinamos um “field blend” de vinhas velhas, com castas Tinta Roriz, Touriga Franca e Touriga Nacional. O aroma a frutos pretos, notas de alcaçuz, especiarias, violetas, bergamota e esteva, acompanhados pelo estágio de 18 meses em barricas de carvalho Francês e Americano, culmina no equilíbrio excecional a este vinho tinto freixenista. A sua complexidade e elegância, com taninos finos e firmes, mas suaves, resultam numa harmonização perfeita com queijos intensos e carne assada e de caça.

    Na Quinta dos Castelares, apenas o melhor para aqueles de quem gostamos.

    • Grande Reserva | Vinhos Tintos | Quinta dos Castelares

    Fronteira Grande Reserva

    Com inspiração nos nossos antepassados, encorpado e caracteristicamente freixenista, temos o tinto Fronteira Grande Reserva. O seu estágio de 18 meses em barricas de carvalho Francês e Americano equilibra elegantemente o aroma a frutos pretos, com notas de alcaçuz e especiarias. O resultado final é um vinho deveras complexo e longo, com um sabor frutado único. Um presente inigualável para desfrutar no futuro.

    Com sugestões próprias e inconfundíveis, o problema agora torna-se em escolher apenas um dos vinhos. Pode sempre optar pelos três!

    Não hesite em fazer a sua compra na nossa loja online e ofereça um presente inesquecível àqueles de quem mais gosta.

    • ESGOTADO
    Quinta dos Castelares | Há um novo Douro para descobrir.

     

    #quintadoscastelares #douro #dourosuperior #vinhoportugues #vinho #castelares #shoponline #discounts #morewines #dourovinhos #vinhosportugal #dourovinhateiro

  • Como é que o Vinho é feito?

    Na Quinta dos Castelares, preocupamo-nos em saciar a curiosidade dos nossos clientes, consumidores e leitores. Posto isto, decidimos preparar uma sequência de artigos para abordar a produção vinícola e explicar alguns conceitos. Vamos a isso?

    Com origem nas uvas, muitos sabem o que é o vinho, mas poucos conhecem como o produto final é obtido. Através do processo natural intitulado vinificação e, dependendo do estilo que se pretende para o vinho, e também da filosofia de cada produtor, este método pode ter um número diverso de etapas, todas elas igualmente importantes.

    A primeira fase consiste na Colheita, também commumente conhecida por vindima. Como o nome indica, consiste em colher as uvas e, uma vez que existem várias variedades, é necessário ter em atenção o estágio de maturação e as condições climáticas em que estas se formam. Por exemplo, as uvas que são colhidas antecipadamente, resultam em vinhos menos alcoólicos e mais ácidos, enquanto as que são retiradas num momento posterior, são transformadas em vinhos com um elevado teor alcoólico e menor acidez.

    Existem vários métodos para realizar a Colheita, na Castelares primamos por uma vindima manual, sustentável e amiga do ambiente, com origem em vinhas freixenistas. A colheita pode ser feita mecanicamente, um processo mais rápido e, geralmente, mais económica. Para esta etapa, são escolhidas alturas com temperaturas mais amenas, o que previne uma possível oxidação dos frutos.

    Finalizada a vindima, o transporte para as adegas é crucial, devendo ser realizado o mais depressa possível, o que ajuda a manter a frescura das uvas, evitando uma fermentação indesejada que pode alterar as características do fruto.

     

    Curioso em saber mais?

    Venha visitar as nossas vinhas e deixe-se envolver pelas magnificas paisagens freixenistas. Não hesite em fazer marcação e conheça já este maravilhoso reino vinícola.

     

    Quinta dos Castelares | Há um novo Douro para descobrir.

     

    #quintadoscastelares #douro #dourosuperior #vinhoportugues #vinho #castelares #shoponline #discounts #morewines #dourovinhos #vinhosportugal #dourovinhateiro

  • Decantar o Vinho – Quinta dos Castelares

    Vinho não é apenas vinho. A chamada ‘bebida dos deuses’ carrega consigo uma história de mais de 5000 anos, considerado um símbolo icónico cultural na Europa e, especialmente, em Portugal. Para conseguir desfrutar desta bebida ao máximo, por vezes, é necessário decantar o vinho. Esta técnica não é tão difícil como parece, porém, é necessário algum treino para a realizar corretamente. Decantar o vinho consiste na passagem do líquido para um recipiente específico, de cristal ou vidro, intitulado decantador ou decanter.

    Porquê decantar o vinho?

    Este processo é principalmente realizado com vinhos tintos, é algo facultativo e preferencial, sendo sempre recomendável em vinhos que tenham borras. Todavia, o ato de decantar beneficia o vinho, maioritariamente, de duas formas:

    • Permite que o vinho “respire”, através da oxigenação é permitida a libertação total de aromas e sabores contidos na garrafa, melhorando o paladar do mesmo aquando da degustação.
    • Realiza a separação do líquido das borras acumuladas, fruto da não filtração ou da formação natural na garrafa.

     

    Quando decantar o vinho?

    Vinhos que apresentem depósitos devem ser decantados, de modo a evitar uma degustação desagradável. Este depósito é comum em vinhos mais velhos, o qual se deposita nas paredes ou no fundo da garrafa. Vinhos brancos ou tintos jovens complexos, que possuam uma acidez notável ou realizem o seu estágio em madeira, ao entrarem em contato com o oxigénio, o seu leque de sabores e texturas é aberto. Neste caso, a decantação pode ser feita 30 minutos antes da sua degustação.

    Contudo, os vinhos muito velhos não devem ser decantados, a não ser que tenham algum tipo de depósito visível, devendo ser degustados logo de seguida.

    Antes de iniciar o processo de decantação de um vinho que contenha depósito, coloque a garrafa imóvel na posição vertical, dois dias antes de consumir, de modo que todos os depósitos se acumulem no fundo da garrafa. Tenha também o cuidado de não decantar o vinho durante um tempo prolongado, correndo o risco de acelerar o processo de oxidação e perder as qualidades distintas do vinho em causa.

     

    Como decantar um vinho?

    Se estiver a decantar um vinho mais jovem, este método permite a abertura dos aromas e a suavização dos taninos, geralmente ásperos e secos. Com o decanter em mãos, verta o conteúdo para o mesmo, num gesto único e contínuo. Esta ação deve ser realizada uma ou duas horas antes de o vinho ser consumido.

    No caso dos vinhos mais velhos, a garrafa a ser utilizada deve repousar durante dois dias na vertical, permitindo uma junção dos depósitos no fundo da garrafa. Após a abertura da garrafa, limpe o gargalo e retire os resíduos, iniciando o processo de decantação. Este deverá ser efetuado meia hora antes do vinho ser servido, vertendo o conteúdo de uma vez só.

    Agora que já sabe mais sobre o processo de decantar o vinho, está pronto para desfrutar do mesmo ao máximo. Quer conhecer o lugar onde a magia vinícola acontece? Marque a sua visita e venha ver o esplendor da Quinta dos Castelares.

     

    Quinta dos Castelares | Há um novo Douro para descobrir.

     

    #quintadoscastelares #douro #dourosuperior #vinhoportugues #vinho #castelares #shoponline #discounts #morewines #dourovinhos #vinhosportugal #dourovinhateiro