• Freixo de Espada à Cinta afirma-se como destino de verão

    Freixo de Espada à Cinta está a desafiar os turistas a descobrirem as maravilhas do verão no interior do país. O concelho convida os visitantes a desfrutarem do Douro, a passearem pelo centro histórico manuelino e a terminarem o dia a apreciarem um dos vinhos locais à beira de uma piscina infinita. Depois desta experiência num território de singular beleza natural, difícil é mesmo voltar para casa.

     

    Após um mergulho na Congida, praia de bandeira azul incrustada no Douro, com vista para os socalcos onde coabitam a vinha, as laranjeiras e as amendoeiras, parte-se de barco para descobrir o rio. A diferente vegetação que se avista dos dois lados da fronteira natural entre Portugal e Espanha definida pelo curso de água, patos a descansar em cima de uma rocha ou grifos a rasgarem o azul do céu são alguns dos atrativos desta viagem em que a beleza da natureza consegue sempre surpreender. No percurso, descobrem-se os vinhos da Quinta dos Castelares e os bolos de amêndoa típicos de Freixo de Espada à Cinta.

    Este passeio pelo Douro Superior é uma das propostas com as quais o concelho do distrito de Bragança, a cerca de 250 quilómetros de Braga, quer seduzir os minhotos já neste verão, desafiando os visitantes a explorarem um território que alia natureza, património, gastronomia e vinhos à hospitalidade das suas gentes, numa experiência turística de qualidade longe das multidões. Foi o que descobrimos numa visita que teve como cicerone Rui Manuel Ferreira, freixenista de gema que é CEO da agência de comunicação e marketing digital Brand 22 Creative Agency.

    No sentido de proporcionar as melhores condições a quem procura o concelho, a Praia Fluvial da Congida, ponto de atração incontornável na época estival, classificada com qualidade de ouro, tem este ano à disposição dos veraneantes uma piscina flutuante e atividades náuticas a cargo de uma empresa de animação, tudo sob vigilância de nadadores-salvadores e da embarcação dos bombeiros. A piscina fixa existente nas imediações foi renovada e há campos de futebol e voleibol de praia.

    No local existe um bar onde é possível petiscar com vista para rio, para além de estar a ser ultimado um edifício de apoio onde vai funcionar um restaurante e haver espaços para diversas iniciativas. É também aqui que se apanha o barco para descobrir o Douro Internacional, podendo os bilhetes para estas viagens ser reservados através do Posto de Turismo.

    É possível pernoitar nas Moradias do Douro Internacional e acordar com vista para o rio.

    O presidente do Município explica que os melhoramentos na Praia da Congida, que vão continuar no próximo ano, se inserem na política autárquica de valorização do potencial do concelho para atrair visitantes. «Freixo de Espada à Cinta é um concelho em que 80% vive da agricultura e 20% do turismo. Aquilo que este executivo camarário quer é potenciar ao máximo estas duas valências», afirma Nuno Ferreira, destacando o objetivo de valorizar os produtos endógenos, tais como vinho, azeite, amêndoa ou laranja, e dar a conhecer o que de melhor o concelho tem para oferecer.

    O autarca defende que mais do que falar do interior é preciso «praticar o interior», descobrindo as maravilhas que este tem para oferecer a quem o visita. Freixo de Espada à Cinta tem atrativos de peso para conquistar os turistas, a começar pela natureza, cujo esplendor pode ser apreciado numa rede de miradouros e na mais recente rota dos baloiços.

    Mesmo fora dos miradouros “oficiais” a paisagem convida a parar para deleitar o olhar, encher os pulmões de ar puro, regalar os ouvidos com silêncio e revigorar a alma com paz. Guerra Junqueiro, político e escritor natural do concelho, dizia, sem exagero, «no céu ou em Freixo de Espada à Cinta».

     

    in, Diário do Minho

  • Concours Mondial Bruxelles | Premiação Casa Agrícola Manuel Joaquim Caldeira

    A edição de 2022 do Concours Mondial Bruxelles, um concurso enológico de referência e que anualmente distingue vinhos de diferentes zonas do mundo, fez premiar com medalha de ouro os vinhos Quinta dos Castelares Grande Reserva 2018, Quinta dos Castelares Reserva 2018, Quinta dos Castelares Vinhas a norte 2020 e Fronteira Grande Reserva 2018.

    Continuar a ler Concours Mondial Bruxelles | Premiação Casa Agrícola Manuel Joaquim Caldeira

  • Para todo o Prato de Peixe há um Vinho Castelares

    Desde o tradicional bacalhau e sardinha aos pequenos nadadores do rio, um bom peixe é sempre uma excelente opção para qualquer refeição.

    Para além das múltiplas variedades de peixe à escolha, o modo de confeção dos mesmos é igualmente amplo, onde pode deixar-se levar pela criatividade e inovação culinária. Um bom peixe, por si só, já compõe grande parte da refeição, mas são os complementos que elege que irão levar o seu prato ao patamar gastronómico digno de Chef. Para lá chegar, o vinho Castelares é o acompanhamento ideal. Considere, no texto abaixo, algumas das nossas sugestões:

    O vinho branco Manuel Caldeira é caracterizado pelo seu aroma intenso e complexo a frutos brancos, equilibrado pelo estágio em barricas de carvalho Francês, e com um toque mineral. Se está a considerar bacalhau ou peixe assado no forno, este vinho irá harmonizar perfeitamente com a sua refeição.

    Se quiser deixar os seus convidados impressionados, o nosso Moscatel Galego é o vinho ideal para tal. Com notas minerais e um aroma intenso e complexo, comprove que este é o vinho de seleção no que se trata de complementar peixe assado e até com Marisco.

    Caso bacalhau seja o peixe a confecionar na sua ementa, não pode deixar de experimentar Códega do Larinho, um vinho branco complexo que equilibra o aroma entre aromas cítricos e florais, com notas minerais e de louro. Delicie-se com a combinação deste vinho branco e o bacalhau, não se arrependerá.

    Com uma colheita de 2019, o Fronteira Reserva Branco é o vinho branco de eleição quando se trata de peixe assado no forno. Conjugue o seu prato com este vinho de aroma intenso e complexo, equilibrado pelo estágio em barricas de carvalho, no qual se denota ainda um toque mineral.

    Peixes da orla atlântica ou marisco estão incluídos nos seus planos? Não se preocupe, com o vinho Fronteira Colheita Branco, não existe melhor reunião de sabores e texturas. Deixe-se levar pela experiência de um aroma frutado e de estrutura média, elegante e suave que este vinho lhe pode proporcionar.

    E como o espumante não é apenas para festas, aproveite a harmonização curiosa do Espumante Códega do Larinho com peixes gordos, como o salmão e a anchova, no qual pode encontrar um aroma fresco e mineral, com notas de pão torrado e uma acidez vibrante, caracterizado pela sua bolha delicada e persistente. Se preferir ter um dos nossos espumantes como aperitivo, o Espumante Pinot Noir é a solução perfeita. O início sublime de uma refeição deliciosa fica marcado com espumante de boa mousse, acidez vibrante e uma bolha fina e persistente.

    Cada vinho Castelares possui um aroma, sabor e textura próprios que podem ser combinados com múltiplos alimentos, prove, comprove e delicie-se!

     

    Castelares | Há um novo Douro por descobrir

     

    < Voltar ao Blog

     

    #quintadoscastelares #douro #dourosuperior #vinhoportugues #vinho #castelares #shoponline #discounts #morewines #dourovinhos #vinhosportugal #dourovinhateiro